Mesmo com uma carreira de sucesso e um alto salário, muitas vezes não nos sentimos felizes ou realizados. Difícil conversar com um amigo porque ninguém consegue acreditar que um profissional tão reconhecido possa estar repensando sua trajetória profissional. Nesse momento, é essencial validar suas ideias de negócios, evitando aventuras que possam desequilibrar sua segurança financeira.

“E se?” Essa é a pergunta que nos fazemos diariamente. E se eu empreendesse? O que poderia fazer? Será que teria sucesso? As pessoas pagariam por algo que hoje faço por prazer? Devo trocar o certo pelo duvidoso? Arriscar o patrimônio que eu já construí?

Uma excelente formação acadêmica e bagagem profissional aliadas a um talento especial, hobby ou paixão, podem ser uma combinação imbatível para tirar suas ideias de negócios do papel.

Selecionamos 8 opções incríveis que podem ser uma porta de entrada mais segura para montar a sua própria empresa e ainda tirar proveito da sua bagagem profissional. Vamos conferir?

Confira 8 Ideias de negócios:

1. Franquias

As franquias podem ser uma excelente opção para quem quer ser seu próprio patrão, mas ainda não tem nenhuma ideia inovadora. Apesar do investimento inicial ser mais alto, uma franquia é considerada uma opção razoavelmente segura, pois, para se tornar franqueador, o modelo de negócios da empresa tem que ter se provado rentável e a marca tem que possuir mais de dois anos. Você recebe todo o suporte do franqueador, que inclui assessoria antes e depois da inauguração, na escolha do ponto, no treinamento dos funcionários, composição dos preços e estoques, entre outros.

Você pode escolher entre diversos segmentos, como alimentação, serviços, varejo e infinitas possibilidades. Os contras? Taxas de royalties e fundos de propaganda, que são recorrentes.

2. Consultoria

Uma empresa de consultoria pode ser uma opção viável e que não exige muitos recursos financeiros. Se você é uma referência na área em que atua, pode oferecer seus serviços para outros clientes e até mesmo outros mercados. Além de compartilhar o que você sabe, ajuda outros empresários a melhorarem suas empresas e ainda gerencia seu tempo e a quantidade de horas que quer trabalhar.

Um bom consultor tem uma rede grande de relacionamentos, tem que ser organizado e saber vender seu know-how.

3. Cestas de presentes

Hoje em dia, com a facilidade de acesso a produtos de todos os tipos, fica muito difícil surpreender alguém com um presente inusitado. Se você tem bom gosto e habilidade de garimpar bons produtos e montar parcerias, pode usar esses talentos para inaugurar uma empresa que fornece cestas de presentes diferenciadas aos seus clientes para as mais variadas situações e idades. Imagine criar cestas com produtos que sempre foram a sua paixão? Uma ótima forma de unir o útil ao agradável.

Esse é um mercado que está sempre em ascensão, pois há muitas oportunidades em que as pessoas e empresas oferecem presentes e brindes, sem falar em aniversários e datas comemorativas, como o Dia das Mães, por exemplo.

4. Comida pronta e saudável

O mercado de alimentação não para de crescer mesmo em tempos de crise, principalmente as opções de comida caseira, com poucos aditivos e, ainda por cima, práticas. Algumas oportunidades que pesquisamos para você são o fornecimento de dietas caseiras, kits de marmitinhas equilibradas ou saladas prontas no pote. Uma opção bem segura para cativar o seu cliente é criar uma combinação de comida saudável, com qualidade e preços justos.

5. Vendas ou intermediação de negócios

Pode ser que você não possua um produto ou serviço próprio, mas pode usar suas habilidades em negociação para conectar outros empreendedores com clientes em potencial. Esse tipo de empreendimento trabalha com remuneração baseada em sucesso, e quanto melhor você se sair, mais dinheiro ganhará. Você define a quantidade de horas e o tamanho do esforço que quer dedicar e pode escolher entre muitas opções hoje disponíveis no mercado como cosméticos, sucos, eletrodomésticos, vestuário, entre outros.

6. Lojas itinerantes

Uma insegurança comum em novos empreendedores é a localização do ponto comercial escolhido e o risco de investir seu capital em um aluguel dispendioso que não traga o retorno de público e faturamento esperados.

Com um estabelecimento volante, você terá a liberdade de testar diversos locais, além de aumentar seu público variando as praças atendidas com o mesmo estoque e loja. O mais comum são os food trucks, que vendem os mais diversos tipos de comidas, desde churros até refeições étnicas. Também já existem versões para loja de roupas e acessórios, pet shop, salão de beleza e até ônibus para festas.

7. Negócios digitais

O acesso à internet está cada vez mais abrangente, atingindo todas as classes sociais e idades. Além disso, o consumidor tem se sentido mais seguro de realizar suas compras à distância, fazendo com que as vendas online cresçam dia a dia em todos os setores da economia.

A instalação de uma loja virtual, e-commerce, é uma alternativa mais segura e com investimento menor do que um ponto comercial físico ou uma loja de shopping. De quebra, você tem a opção de trabalhar em qualquer horário, deixar todas as suas ações de marketing nas redes sociais programadas, sem precisar de sua intervenção no horário comercial, o que permite manter seu emprego atual durante a fase de maturação do empreendimento.

Também vem crescendo exponencialmente no Brasil o mercado de infoprodutos. Trata-se de produtos de informação – como cursos, palestras, e-books, entre outros – que são comercializados através da internet. Esse tipo de negócio atende aos mais diversos nichos e possui um amplo potencial de escala, ou seja, você pode vender o mesmo ”conhecimento empacotado” para um número amplo (muitas vezes ilimitado) de clientes. Isso permite criar um negócio a partir do conhecimento que você já possui e ainda manter um estilo de vida mais livre.

8. Agendamento e controle de mão de obra

Com a retração econômica, uma aposta certeira tem sido investir em terceirização. O alto custo dos funcionários aliados ao risco trabalhista no Brasil criou uma oportunidade de terceirização desses serviços. Essa forma de prestação de serviços que pode ser contratada por hora, viabilizando o uso até mesmo por pequenas empresas e pessoas que moram sozinhas. O cliente não precisa se preocupar com faltas, férias, cumprimento do horário e qualidade do serviço prestado.

Para ser um empreendedor bem-sucedido nesse ramo, use e abuse de sua bagagem corporativa em motivação e treinamento. Você tem que montar uma equipe em que possa confiar e vista a camisa da empresa, afinal eles estarão na casa dos seus clientes, seja cuidando da faxina, fazendo uma massagem relaxante ou ainda deixando a casa dele mais bonita. Cabe a você decidir o ramo de atuação.
Está animado com algumas dessas ideias de negócio para empreender com mais segurança? O primeiro passo é se planejar! Que tal um curso online sobre empreendedorismo? Você pode ir montando seu plano de negócios, pesquisar bastante sobre o mercado e seus potenciais clientes e ir se estruturando sem tomar decisões precipitadas.

Lembre-se também de fazer uma escolha baseada no seu propósito, assim você não cai na cilada de escolher algo apenas pelo potencial de mercado, mas que não lhe fará verdadeiramente realizada. O autoconhecimento poderá lhe auxiliar nesse processo de decisão.

Para continuar aprendendo as melhores dicas de empreendedorismo e ter mais ideias de negócios, siga nossas páginas nas redes sociais e fique por dentro das principais novidades: Facebook, Youtube e SoundCloud.

Shares
Share This