A vida passa tão depressa, que a sensação que se tem é de que o tempo nunca é suficiente para realizar todas as tarefas, não é? Assim, fica difícil construir um legado e deixar marcas profundas nas pessoas que te acompanham, seja na vida profissional, seja na vida pessoal.

Talvez tenha chegado a hora, então, de mudar o pensamento, o tão falado mindset. O que, por consequência, ajudará a mudar as atitudes, tomar as decisões corretas e evitar que a correria diária seja um percalço na sua história.

A construção de um legado deve mesmo ser encarada como uma missão ou projeto de vida. Porém, de nada adianta querer abraçar o mundo e se tornar um operário dos projetos se não de forma planejada e com atitudes corretas. Nesse caso, fazer bem é melhor do que fazer muito!

Seu legado diz respeito a exemplos, conhecimentos e obras deixadas por você e continuadas por outros. E não importa se esses “outros” possuem algum laço familiar e de amizade, ou se nem te conhecem.

Afinal, grandes lideres deixaram seus legados por terem atitudes condizentes com a autoridade que possuíam. Então, interessado no assunto? Continue lendo este post para conhecer algumas dessas atitudes e construir um grande legado!

Olhe para o futuro e verifique a congruência das atitudes

O que você estará fazendo daqui a uma hora, ou um dia? E em um mês, um ano ou uma década? Como você se vê com o passar desse tempo? Você é uma pessoa realizada e fez com que tudo valesse a pena, ou enxerga que algo não está como gostaria?

Enfim, as pessoas apreciam sua companhia? Você sente que tem algo a ensinar aos outros? Faça essa visualização como um exercício de empatia com você mesmo, no futuro.

Verifique se existe harmonia na sua vida, se você concorda com as atitudes tomadas e se está em conformidade com seus sonhos e projetos de vida. Então, perceba que, agora, ainda é possível mudar, tomar decisões diferentes, ser uma pessoa mais proativa e menos preguiçosa.

E, para isso, planejar e seguir o planejamento é o primeiro passo — mas com metas realistas, para evitar que você apenas pense em realizar e não em viver essas realizações.

Nesse sentido, um bom planejamento deve contemplar a vida profissional e pessoal, a família, os amigos, as atividades individuais e atividades em grupo — tanto a curto, médio e longo prazo.

Defina o mínimo necessário e desfrute das conquistas

Ninguém consegue ter tudo o que quer ao mesmo tempo e o tempo todo. E isso se aplica até a pessoas bilionárias, pois, de qualquer forma, ao menos um recurso sempre será limitado. Se você pensou no tempo, acertou!

Por isso, é importante, sim, trabalhar com metas e com realizações profissionais, mas virar escravo do trabalho é, no mínimo, um contra senso.

Provavelmente, você já ouviu dizerem que algumas coisas são como o cachorro correndo atrás do próprio rabo. Por mais que tente tocar o rabo com a boca, ele nunca consegue, porque seu próprio movimento faz com que o alvo se distancie sempre.

Pois não definir para si um mínimo necessário é basicamente isso! Se você planeja uma meta distante demais, quando estiver quase alcançando, perceberá que ela não é suficiente. Um ciclo que tende a se repetir — e a vida passa sem que se tenha aproveitado seus momentos.

Enfim, crescer e buscar novas conquistas é importante, mas lembre-se de viver e aproveitar essas conquistas. Aprecie a viagem — essa é a dica!

Afinal, as realizações não são medidas pelo ponto de chegada, mas sim pelo caminho percorrido. Não é difícil imaginar que uma pessoa, que realiza projetos e vive intensamente, consiga construir um legado para esta e para as futuras gerações, não é?

Faça algo diferente hoje

Hoje, a realidade da maioria das pessoas, infelizmente, é viver no piloto automático. Mas você ainda pode fazer diferente!

É claro que algumas atividades devem ser realizadas todos os dias, mas isso não impede que sejam feitas de maneiras distintas. Então, pare um pouco, realize uma autoanálise e descubra se sua vida não está repetitiva e monótona.

Ir ao trabalho por um novo caminho ou andar de bicicleta e passear com as crianças são apenas algumas ideias. Você também pode tirar uma tarde de folga, visitar uma pessoa ou uma cidade diferente — mesmo que seja a cidade mais próxima, e apenas para tomar um sorvete.

Isso sem contar na possibilidade de realizar pequenos sonhos, como aprender um instrumento, treinar a comunicação, fazer aulas de dança, filmar e editar um pequeno filme, viajar pelo estado, escrever em um blog, praticar algum esporte radical, participar de um programa de voluntariado, praticar Yoga, mergulhar, passear de barco, aprender culinária, mecânica de automóveis ou artes marciais, investir na bolsa de valores… e tantos outros!

Vai dizer que não se identificou com nenhum deles? E, mesmo que esse seja o caso, ainda é provável que você saiba quais são os seus sonhos, e os inclua nessa lista.

O mais importante, no entanto, é que você tome uma atitude de mudança e saia do modo robô. Esse, sim, será um grande passo na sua construção de um legado.

Seja um empreendedor e deixe um legado

De fato, o empreendedorismo envolve riscos. Contudo, onde está essa vida sem riscos? Se você está pensando em construir um legado, com bases sólidas, deve estar preparado para correr riscos calculados.

Assim, a inovação, a criação de empresas e produtos e a possibilidade de transformação são elementos mais importantes do que o próprio risco. Lembre-se: o empreendedorismo transforma o mundo, mas antes ele precisa transformar você!

Empreender é encontrar soluções onde a maioria não enxerga, é viver uma vida sem rotina, gerenciar ideias e negócios como se fossem uma extensão da própria vida.

Para isso, excelentes empreendedores tiveram ideias, aprimoraram relações e delegaram funções. Eles viveram cada etapa da construção da empresa e não se preocuparam, apenas, com o objetivo final.

Se assim for, você transformará o ambiente em que vive, sem a mesquinharia de pensar apenas na chegada e se esquecer dos demais laços com as pessoas. E tal comportamento ajudará na construção de um legado — o qual já é apreciado pelos que te cercam.

Enfim, essas dicas são fundamentais para a construção de um legado, mas é preciso se policiar para não cair na rotina, não avaliar o presente e não se planejar.

No começo, isso pode ser difícil, pois vai mexer com sua zona de conforto, mas é fundamental encarar as mudanças. Então, considere a possibilidade de contratar um Coach como facilitador dessa missão!

E então, gostou do post? Agora, que você já conhece algumas atitudes para construir um legado, aproveite para entrar em contato conosco e tenha mais informações sobre programas e cursos para o seu desenvolvimento!

Shares
Share This