Durante os anos como servidora pública eu reclamei bastante. Em alguns momentos era a falta de autonomia, em outros a necessidade de bater o ponto no horário exato, por vezes reclamei até mesmo do novo aumento que tornaria ainda mais difícil a saída daquele emprego no qual eu não via propósito (mas suportava por conta da ‘‘estabilidade’’).

Levou alguns anos até que eu pudesse olhar para trás e perceber o quanto eu poderia ser grata por essa parte da minha jornada profissional. Mais do que isso, descobri 3 maneiras de incluir a gratidão na minha vida e que transformaram a forma como eu me relacionava com cada experiência vivida dia após dia.

Se hoje você enfrenta momentos difíceis, entendo que talvez imagine ser impossível ser grata. Mas o que posso lhe afirmar com absoluta certeza é que todos os obstáculos que enfrentamos tem algo a nos ensinar, eles não apenas nos tornam mais fortes, como são as molas propulsoras para que possamos expressar nossa melhor versão ao mundo.

Neste texto gostaria de partilhar com você sobre o sentimento (e a prática) que pode lhe ajudar nessa mudança de percepção.

1. O que é gratidão?

A gratidão é a capacidade de reconhecer aquilo que temos em nossas vidas, aquelas bênçãos que recebemos todos os dias e que muitas vezes vêm revestidas de situações difíceis ou desafiadoras. Trata-se de um sentimento ou uma atitude de reconhecimento em relação a algo ou alguém.

Se apropriar da gratidão pode não ser tão difícil quando tudo vai bem, mas o seu maior poder é percebido justamente nos momentos de maior dificuldade.

Dentre os benefícios você pode esperar: melhoria na qualidade dos seus relacionamentos (afinal, vai diminuir e muito o seu nível de mimimi rs), aumento dos seus níveis de felicidade, despertar para a verdadeira empatia e uma nova percepção de abundância. Há quem afirme que a prática da gratidão também é capaz de influenciar na melhora da saúde e diminuição dos níveis de estresse.

2. As 3 maneiras de incluir gratidão na sua vida

Se você apenas olhar ao seu redor será capaz de encontrar coisas pelas quais pode ser grata. Mas incluir alguma práticas é importante para que você exercite esse ‘‘músculo’’, tornando-o cada vez mais forte e presente.

2.1. Tenha um Caderno da Gratidão

Uma das minhas práticas diárias preferidas é o Caderno da Gratidão, um diário no qual pode-se anotar aquilo pelo que se é grato a cada dia, e que se torna um poderoso instrumento para mudar nosso humor, energia e forma de ver a própria vida.

É bem comum que no princípio seja difícil escrever muitas coisas, ainda mais quando se está passando por algum momento desafiador, mas é justamente a prática de visualizar e colocar o foco no que existe – na abundância da vida – que começamos a, verdadeiramente, sentir a gratidão.

Você deve fazer esse exercício todos os dias, mesmo que em alguns consiga ser grata ‘‘apenas’’ pelo ar que respira ou pelo belo jantar. Anote, antes de terminar o dia, pelo menos 3 coisas pelas quais sentiu-se grato naquele dia.

2.2. Crie uma lista de bênçãos

Aquilo que é parte de nossa vida muitas vezes deixa de ser notado. Quando tive a oportunidade de morar fora do Brasil foi fácil perceber isso. Algumas vezes sentia falta de um alimento, outras de amigos e de tantas outras coisas ‘‘banais’’ que eu sequer percebia a importância enquanto elas faziam parte do meu dia-a-dia.

Muitas pessoas ao redor do mundo ainda não contam a oportunidade de receber educação ou mesmo de ter suas necessidades básicas atendidas, como alimentação, água potável, assistência a saúde. Já imaginou como seria viver assim?

Faça uma lista de tudo aquilo que você possui ou tem acesso hoje. Colocar luz sobre essas questões pode lhe ajudar a entender de forma mais abrangente como você se encontra em relação as outras pessoas de todo o mundo. Além de trazer a sua consciência sentimentos como a empatia, quando nos colocamos no lugar do outro, você será capaz de sentir verdadeiramente a gratidão por ser quem é, por estar onde está nesse momento.

2.3. Expresse a sua gratidão

Ser grata não apenas me ajudou a ser mais feliz em relação as minhas escolhas e história de vida, mas expressar a minha apreciação pela ajuda de outras pessoas influenciou também os meus relacionamentos com amigos, membros da família e parceiros de trabalho.

Aqui estão algumas das formas mais bonitas que encontrei para expressar esse sentimento aos outros:

2.3.1. Perdoe alguém que magoou você

Sim, eu entendo, perdoar é tão desafiador quanto sentir gratidão por alguém que um dia lhe fez sofrer de alguma maneira. O perdão, no entanto, é um sentimento que devemos a nós mesmos, uma forma de aliviar a tristeza que nós mesmos acabamos nos impondo ao reviver inúmeras vezes as situações doloridas.

Quando expressamos a gratidão através do perdão, nos colocamos em uma posição de aceitar o que aconteceu (sem mais brigar com o que simplesmente é ou foi) e experienciar essa libertação. Não é necessário dizer ao outro que o perdoa, apenas exercite essa expressão de amor por você mesma.

2.3.2. Doe aquilo que não precisa mais

A doação de bens materiais não é apenas um ato de desapego, mas um ato de gratidão por toda abundância que existe na sua vida. Quantas peças de roupas ou objetos estão esquecidos dentro dos seus armários e que poderiam ser úteis a outras pessoas?

Escolha alguns desses itens e faça com que possam ser novamente acolhidos por outras vidas. É uma bela forma de expressar a gratidão pelos recursos utilizados para criação desses itens, pelas pessoas envolvidas em sua criação e também para quem verdadeiramente precisa deles nesse momento.

2.3.3. Escreva uma carta 

Quantas vezes você disse aos seus amigos ou familiares que os ama? Será que foram vezes o suficiente? É bem comum que no dia a dia a gente esqueça de expressar o valor que damos a presença do outro, mas nunca sabemos quanto tempo realmente temos para fazer isso.

Portanto, escreva cartas (ok, podem ser emails também rs). Sempre que perceber algo incrível nos outros, expresse através de palavras. Essa simples ação terá uma grande influência nos seus relacionamentos.

2.3.4. Deixe o telefone de lado

Em época em 3G e wi-fi por todo lado, conectar presencialmente com outras pessoas se tornou um grande desafio. Uma das maneiras mais incríveis de você expressar o quanto estima e é grata por alguém é simplesmente estar presente de corpo, mente e alma. Experimente desligar o telefone ou deixa-lo de lado quando estiver com outras pessoas.

2.3.5. Ensine algo a alguém

Se você chegou até aqui eu espero que tenha conseguido realizar a missão de lhe ensinar sobre algo (seja o que for). Ensinar também é expressar gratidão, especialmente, quando temos a oportunidade de ensinar sobre aquilo que é parte de nossos dons ou talentos, ou coisas que aprendemos. E sim, todos temos algo, grande ou pequeno, que podemos partilhar.

3. A gratidão de encerrar os ciclos e viver no agora

Se a ansiedade é viver sempre pensando no futuro, o arrependimento é viver preso ao passado. Já estive dos dois lados, aliás, vez ou outras ainda me pego fora do único espaço tempo que existe. E o que me traz de volta ao presente? A gratidão.

Olhar para trás e ser capaz de sentir-se grata por tudo de bom e ruim que aconteceu é uma dádiva, tanto para que possamos colher os aprendizados, quanto para encerrar verdadeiramente os ciclos e ser capazes de viver uma vida mais plena.

A gratidão nos traz para o agora, para aquilo que existe em nossas vidas e para a beleza de tudo que estamos realizando nessa existência. Ela nos lembra tudo está correndo exatamente como deveria para o nosso crescimento e que podemos curtir o momento presente em sua total intensidade.

Claro que não há nada de errado em querer conquistar mais e mais sonhos na vida, mas poderemos nunca ser verdadeiramente felizes se não formos capazes de apreciar aquilo que já temos hoje.

O que você pensa sobre esse tema? Deixe seu comentário! E se quiser ler mais textos como esse, lhe convido a assinar a minha newsletter, na qual todas as semanas partilho inspiração e conteúdo exclusivo para quem quer transformar sua vida.

Shares
Share This